segunda-feira, 18 de outubro de 2010

E é assim que funciona

Instantes após cair em consentimento, e tudo que se suspeitava de fato se tornasse concreto, inicia-se O Diálogo.

- Sabe por que estou aqui ?
- Porque errei.
- E por que errastes ?
- Porque sou humano.
- E por que não voltastes atrás em perdão ?
- Porque sou tolo.
- Não conhecias as consequências de sua escolha ?
- Sim, conhecia.
- E por que escolhestes ?
- Porque sou precipitado.
- Porventura achas que escolhestes bem ?
- Nunca saberei de verdade.
- Sabes o que fazer a seguir ?
- Não.
- Por que não me ouvistes ?

Depois de alguns momentos, a pergunta é feita novamente.

- Por que não me destes ouvidos ?

Pode-se ouvir, ainda que muito dificilmente, o murmúrio e o acelerar do coração.

- Porque...sou insensato.
- Pretende me ouvir de agora em diante ?
- Outra resposta que nunca saberei.

E assim prossegue, com infindáveis severas perguntas, todas elas com respostas óbvias, o auto-julgamento de alguém que, por alguma razão desconhecida e por mais que pense antes de falar ou agir, acaba por agir precipitadamente.

2 comentários:

Clarissa disse...

:S

Junior disse...

Que depressivo..... acho que vou me matar hauhauahuahuahau